Para anotar na sua agenda....

às 4:38 PM Posted by Investmaníacos under , , , , ,

Leiam abaixo a matéria publicada no site infomoney sobre os papéis brasileiros considerados os melhores da América Latina.

Quem somos nós para duvidar destes caras.....

"Banco vê três papéis brasileiros entre os melhores da América Latina


Em meio à recuperação recente dos mercados domésticos, os investidores avaliam quais papéis ainda oferecem bom potencial e quais os ativos que já se encontram próximos de seu "valor justo".

De olho no atual momento, os analistas
da Merrill Lynch traçaram suas apostas, relacionando os cinco ativos que considera os melhores e os cinco piores da América Latina para quem vislumbra ganhos em um horizonte mais curto de tempo.

A lista das "mais e menos" da América Latina trouxe cinco ativos brasileiros entre os dez do portfólio, sendo os da Duratex, Cemig e Petrobras entre as boas pedidas e os da Eletrobrás e Braskem entre as más.

Cemig, Petrobras e Duratex entre as preferidas
A Merrill Lynch justificou a inclusão dos papéis da
Cemig entre as preferidas de seus analistas destacando as perspectivas positivas geradas pelos resultados trimestrais e o anúncio dos dividendos. Estes drivers favoráveis contrastam com a performance recente inferior das ações na comparação com seus pares setoriais.

Para a
Petrobras, os analistas ressaltaram que o momento é de se buscar as ações preferenciais, tendo em vista o desconto que as mesmas apresentam na relação às ordinárias. Os elevados patamares do petróleo também foram relacionados como ponto positivo.

Já para a
Duratex, a visão da Merrill Lynch é de que as margens operacionais devem melhorar nos próximos trimestres, além da performance dos ativos abaixo dos pares na bolsa.

Eletrobrás e Braskem entre as preteridas
Os resultados divulgados, considerados "fracos" se aliam à recente valorização dos papéis da
Eletrobrás na justificativa à sugestão negativa dos analistas.

Em relação aos ativos da
Braskem, a Merrill Lynch destacou as preocupações com a ampliação dos custos operacionais da empresa
, geradas pela elevação dos preços da Nafta, além de considerarem o impacto favorável do programa de recompra das ações da companhia já precificado sobre os títulos."

Fonte: Infomoney

Investmaníacos (por e-mail)

Links para esta postagem

Vale, valendo sempre!!!

às 1:06 PM Posted by Investmaníacos under

Uma análise "coice de porco", curta e seca...
Como mostra o gráfico diário acima, a Vale confirmou sua tendência de alta, atingindo hoje os R$ 52,00.

O próximo passo, se passar com força desta resistência, é buscar os R$ 55,00. A partir dos R$ 55,00 poderá alcançar novas máximas históricas.

Porém, devemos ficar atentos a duas coisas: o gap aberto próximo dos R$ 47,00 (não esqueçam da máxima: "gap´s abertos um dia serão fechados") e a questão envolvendo a compra da Xstrata.

Veremos...
Aguardamos seus comentários.

Investmaniacos (por e-mail)

Links para esta postagem

Rossi, construindo seu futuro (RSID3)

às 12:59 PM Posted by Investmaníacos under ,

Ontem ao final do dia (27/02/08), a RSID3 apresentava uma configuração gráfica interessante, pois estava rompendo a resistência do canal de baixa, o que configurava nova alta.

O gráfico diário acima mostra esta configuração.

Não é que hoje confirmou a expectativa e está subindo 10%!!!

É por isso que devemos acreditar na análise gráfica...sua força está na psicologia...

Além da questão gráfica, a Cyrela ON (CYRE3), "par" de RSID3 no setor de construção civil, apresentou algumas altas expressivas nos últimos pregões, gerando mais um indicativo de alta para a Rossi.

Será que a Rossi voltará ainda este ano para seu topo histórico em R$ 60,00?!?!

O que vocês acham???? Aguardamos seus comentários.

Investmaniacos (por e-mail)

Links para esta postagem

Deu a "LOCA" (RENT3)

às 12:47 PM Posted by Investmaníacos under

O que falar de Localiza ??
Para ser sincero, esta é uma ação que nós do Investmaníacos sempre damos uma "passada' para ver a quantas anda....sabe como é, ganhos passados....

Pois é, como podemos ver no gráfico acima o papel realmente realizou um movimento forte de alta o qual não acontecia fazia bom tempo, mas até aí nada de novo, pois este papel é assim mesmo.... Sobe e desce com relativa facilidade.

Traçamos no gráfico uma linha na casa dos R$ 21,70, que é o último teto atingido pelo mesmo. Como pode ser visto, o papel está "forte" e acreditamos ter boas chances de bater na resistência acima citada. Resta saber se vai superá-la, parar ou e cair....

Bom, o gráfico está com boa abertura de bolinger, DMI está comprado (já faz algum tempo)... Mas atenção.... devemos ficar ligados, pois a qualquer sinal de formação de "kick" no adx é uma boa hora de sair, pois papel estará sinalizando um provável "teto" e tenderá a uma queda, a qual não podemos dizer se será leve ou forte.

Aos comprados diria: Atenção !!!

Aos vendidos: A paciência é uma virtude...

Bons negócios !!!
Aguardamos seu comentário.

Investmaníacos (por e-mail)

Links para esta postagem

E o Petróleo não pára (PETR4)

às 1:00 PM Posted by Investmaníacos under

Nos últimos pregões, a Petro tem andando de lado, oscilando ao redor dos R$ 84,00.

O gráfico diário acima mostra esta congestão.

Algumas pessoas podem estar se perguntando: "E aí, vai ou não vai ?!?!?!"

Se olharmos para trás, no período recente de 6 meses, a Petrobrás apresentou grande alta, na faixa de 80%. Assim, nada mais natural e salutar que a ação acumule por alguns pregões, com pouca oscilação de preço. Além disso, sua recuperação desde os R$ 66,20 foi excelente.

Devemos ter em mente que, quando esta ação passar os R$ 88,00 (sua próxima resistência), ela poderá "andar" a passos largos, buscando preços próximos aos R$ 105,00.

Não esqueçam o ano passado...a PETR4 demorou para subir, mas quando subiu, foram 3 ou 4 meses que resultaram numa alta expressiva!!!!

OBS: E o Petróleo que bateu novo recorde ontem, cotado acima dos U$ 102,00...este não pára e provavelmente não vai parar de subir...um excelente cenário para a nossa Petrobrás...

Veremos....

Investmaniacos (por e-mail)

Links para esta postagem

Ibovespa está indo para onde?!?!?!

às 1:09 PM Posted by Investmaníacos under

O Gráfico diário acima do Índice Ibovespa, mostra a recuperação do mercado brasileiro desde seu último fundo em 53.000 pontos.

Desde lá, são 12.000 pontos!!! Se olharmos o fechamento de ontem, isso significa uma alta de aproximadamente 22%. Nada mal hein...

A questão para nós, neste momento, é: até onde vai esta alta?!?!?!

Com as incertezas americanas o e a volatilidade observada nas últimas semanas, uma realização de curto prazo pode acontecer, trazendo Ibovespa perto dos 61.000 pontos. Perdendo este suporte, poderá voltar até os 58.000, na linha amarela traçada.

Agora, o Ibovespa apresenta queda de 0,9%.

Acreditamos que o mercado pode estar ganhando força, para buscar novas máximas históricas em breve.

Veremos...

Investmaniacos (por e-mail)

Links para esta postagem

Prosper divulga carteira com recomendação de cinco ações para esta semana

A Prosper Gestão de Recursos divulgou lista de ações recomendadas para esta semana, destacando a manutenção da volatilidade nos mercados, que deve ser alimentada pelos dados de housing e produção.

Em relação à carteira da semana passada a única mudança foi a substituição da CSN (CSNA3), que já alcançou seu objetivo de curto prazo, pelas ações do Banco Itaú (ITAU4), "que ficaram depreciadas frente aos últimos movimentos da bolsa brasileira".

Confira a carteira:

Empresa

Código

Preço-alvo*

Upside**

Risco

Banco Itaú

ITAU4

R$ 52,00

24,8%

Baixo

GOL

GOLL4

Em revisão

-

Médio

João Fortes

JFEN3

R$ 12,50

60,2%

Alto

Confab

CNFB4

R$ 7,50

45,3%

Baixo

Cesp

CESP6

Em Revisão

-

Médio

*Preço-alvo projetado para julho de 2008


**Upside baseado nas cotações do fechamento do dia 22 de fevereiro.

Fonte

InfoMoney em 25/02/08

Investmaniacos (por e-mail)

Links para esta postagem

Quer fazer uma "fézinha" ?

às 12:44 PM Posted by Investmaníacos under , , ,
Abaixo segue uma sugestão da corretora Coinvalores para quem está a fim de fazer uma "fézinha" nesta semana cheia de indicadores... Façam suas apostas!!

A corretora divulgou na última sexta-feira (22) sua carteira de ações semanal, com recomendação de papéis de cinco empresas que oferecem boa possibilidade de valorização nos próximos dias.

De acordo com os analistas, a agenda deve dar continuidade à tendência de volatilidade, com a atenção dos investidores voltada para a divulgação de balanços e de índices de inflação domésticos.

Confira as recomendações:

Empresa

Código

Preço-alvo

Upside*

Recomendação

CCR

CCRO3

R$ 39,00

34%

Aumentar Participação

Embraer

EMBR3

R$ 24,50

25%

Aumentar Participação

Banco do Brasil

BBAS3

R$ 39,00

25%

Aumentar Participação

Lojas Renner

LREN3

R$ 44,00

31%

Aumentar Participação

Perdigão

PRGA3

Em revisão

Em revisão

Aumentar Participação


Por que essas sugestões?

  • CCR
    Além dos bons resultados registrados pela companhia em 2007, os analistas destacam as expectativas favoráveis para o setor. A diversificação dos negócios e internacionalização das operações da empresa também são considerados pontos positivos.
  • Embraer
    Os analistas da Coinvalores acreditam que este é o melhor momento da história da empresa, que prevê aumento na demanda de jatos na região da Ásia Pacífico para os próximos 20 anos. Ademais, a maturidade produtiva da Embraer pode ter reflexos na queda dos custos e aumento da rentabilidade nos próximos períodos.
  • Banco do Brasil
    A recomendação de aumento da participação nas ações da instituição se deve principalmente ao bom momento do agronegócio no Brasil, já que o banco é o maior financiador do setor. Mas os analistas também destacam como positivas as investidas do Banco do Brasil para a abertura de agências nos EUA a partir do segundo semestre.
  • Lojas Renner
    As boas perspectivas da empresa para 2008 e os fortes resultados do ano passado são os principais pontos destacados pelos analistas da Coinvalores.
  • Perdigão
    Para a corretora, a Perdigão deve divulgar bons resultados nesta segunda-feira, principalmente no volume vendido e em suas margens.

Fonte: Infomoney

Investmaníacos (por e-mail)

Links para esta postagem

Merril Lynch e sua previsão

às 7:52 AM Posted by Investmaníacos under

O ano passado, segunda a revista Exame, após uma pesquisa com as corretoras e bancos, os analistas da Merril Lynch foram os que mais acertaram em suas previsões.

Assim, acreditamos que existe uma maior probabilidade de que a previsão abaixo ocorra.

Uns 27% de retorno neste ano seria excelente!!!
Veremos...

Merrill Lynch projeta o retorno de 27% para o mercado de ações brasileiro


A despeito dos temores com uma possível recessão na economia dos EUA, o banco de investimento Merrill Lynch deu mais uma mostra de otimismo ao afirmar que espera um retorno de 27% do mercado acionário brasileiro nos próximos doze meses.

O bom momento da economia doméstica é um dos pontos que sustenta a percepção positiva da instituição, que acredita que a contínua desaceleração da inflação no País, demonstrada por diversos indicadores, deve proporcionar novos cortes na taxa básica de juro brasileira.

Neste sentido, a equipe do banco projeta que a taxa Selic estará no patamar de 10,75% a.a. em dezembro, 0,50 ponto percentual abaixo da atual. Com relação à inflação, as projeções para o IPCA (medida oficial da inflação doméstica) em 2008 apontam uma variação positiva de 4,4%, em linha com a registrada no ano passado (+4,46%).

Perspectivas otimistas

Segundo a Merrill Lynch, os bons fundamentos da economia local também servem de base aos resultados das principais empresas brasileiras, que de um modo geral, devem continuar apresentando números robustos nos próximos trimestres.

Adicionalmente, as perspectivas positivas da instituição para o mercado de ações do Brasil também se apóiam na possibilidade da chegada ainda neste ano do esperado investment grade.

Focus List

Em meio ao otimismo, o banco norte-americano não realizou alterações em sua Focus List para o Brasil, mantendo as ações das seguintes empresas no portfólio: AES Tietê, ALL, Cemig, MRV, Petrobras, TAM, Unibanco, Usiminas e Vale.

Fonte

Infomoney em 21/02/08

Investmaniacos (por e-mail)

Links para esta postagem

Conhecemos o Sr. Roubini através de reportagens da Infomoney.

 

Depois, pesquisando um pouco, percebemos que ele é um "grande BEAR", ou seja, sempre aposta na baixa do mercado (um BULL aposta na alta do mercado)

 

Assim, pode estar ganhando bastante dinheiro e fama agora, mas certamente perdeu feio nos últimos 2 anos, quando o mercado americano subiu, imperando o BULL.

 

Como os períodos de baixas e da altas no mercado financeiro se alternam, sempre haverá alguém acertando e outro errando....

 

Em entrevista à InfoMoney, Roubini enfatiza que Fed não tem poder de solução

 

Desde o início da crise do subprime, o Banco Central norte-americano já reduziu a Fed Funds Rate em 2,25 pontos percentuais, de 5,25% para 3,00% ao ano. Investidores comemoraram a iniciativa, enquanto analistas e economistas mais críticos viram-na como mero paliativo.

 

Nouriel Roubini está entre os que descartam salvações via política monetária. Por mais que a equipe de Ben Bernanke se esforce, as mazelas do cenário atual soam muito mais profundas que cortes radicais no juro dos EUA.

 

Em entrevista à InfoMoney, o professor da Universidade de Nova York - conhecido como um grande bear - detalhou argumentos por trás da tese de que a recessão é maior que o poder do Fed. Nada animador.

 

Entenda por que Roubini está tão preocupado:

 

É mais que isso

 

No que diz respeito à política monetária, acho que o Fed continuará reduzindo a taxa básica de juro norte-americana, embora sem que isso signifique uma solução para os problemas fundamentais que experimentamos.

 

Flexibilizações monetárias são recomendadas para situações de baixa liquidez nos mercados financeiros. Contudo, o sistema econômico mostra agora não apenas uma restrição de liquidez, mas também complicações de crédito e insolvência. Sobre setores como o imobiliário, automotivo ou de bens duráveis, os cortes da Fed Funds Rate não são tão efetivos no curto prazo.

 

Fora do alcance

 

Muitas instituições financeiras vinham adotando a prática de tomar recursos líquidos com vencimento em curto prazo e aplicá-los em ativos de baixa liquidez com maturação longa. Elas sempre estiveram sujeitas ao risco da liquidez limitada, mas pareciam ignorar a chance de um revés.

 

Ao contrário dos bancos tradicionais, essas instituições financeiras não conseguem acessar as linhas de financiamento auxiliares do Fed. Isto é, a política monetária planejada pelo Banco Central dos EUA não alcança todos os agentes do mercado.

 

Temos um quadro de recessão

 

A verdade é que o preço de alguns dos principais ativos das famílias norte-americanas está despencando. É provavelmente a maior deflação desse tipo na história dos EUA. Temos, portanto, um quadro de recessão.

 

Tomando como exemplo o setor imobiliário, o preço das casas já caiu cerca de 8%. E minha expectativa é de que a queda total estará entre 20% e 30%. Ora, uma baixa de 30% no preço das casas implica a destruição agregada de valor de, no mínimo, US$ 4 trilhões.

 

Isso significa que 10 ou 15 milhões de famílias norte-americanas terão um patrimônio líquido negativo. Ou seja, o valor de seus imóveis será menor que as hipotecas que terão de ser pagas. Nesse contexto, o comportamento usual é de simplesmente abandonar a hipoteca e devolver as chaves da casa.

 

Uma incógnita

 

Estamos falando de um problema crítico e coletivo. De 10 a 15 milhões de famílias decretando calote em hipotecas. É uma situação bastante provável. Agora mesmo as taxas de moratória estão disparando.

 

As soluções para essa crise imobiliária não estão claras. Existem limites para a capacidade da política monetária resolver os problemas do sistema financeiro.

 

Fonte

 

Infomoney em 21/02/08

 

Investmaniacos (por e-mail)

Links para esta postagem
Pessoal,

Dias atrás recebemos um e-mail do nosso amigo investidor Marcelo Linhares onde ele nos informa ter lançado uma planilha onde o usário pode montar e controlar de carteira de ações on-line de forma simples e rápida....


Bom, não vou entrar em detalhes para explicar o funcionamento do site, apenas vou publicar abaixo o e-mail que recebemos do mesmo divulgando sua idéia.

Marcelo, parabéns pela sua idéia e iniciativa, temos certeza que seu site irá ser bastante útil para nossos amigos investidores e também servirá como mais uma forma de instituir a "cultura do investimento" nas pessoas que se interessam por aquela que vem se tornando a forma mais popular de investimento ...

Segue o e-mail do Marcelo para os Investmaníacos...

"Olá, parabéns pelo blog, sempre tive muito interesse em economia e investimentos, há muito tempo venho estudando o mercado de ações, e há pouco mais de dois meses resolvi começar a investir diretamente na bovespa.

Este blog sem dúvida tem me ajudado bastante na tomada de algumas decisões, em tempo, gostaria de divulgar um "serviço", é uma planilha on-line para acompanhamento do portfólio do investidor:http://www.marcelolinhares.com/bolsa/

É possível que qualquer pequeno investidor cadastre seu portfólio e passe a gerenciá-lo por este site, de forma fácil, sem cadastro, e com sigilo dos dados.

Gostaria se possível que depois desse uma passada por lá para dar um feedback, se vale a pena adicionar/retirar algumas variáveis."

Bom proveito......


Investmaníacos
Links para esta postagem

Contrução civil..... será a retomada ????

às 2:14 PM Posted by Investmaníacos under ,

Pessoal, dando seguimento ao post publicado ontem sobre os papéis da contrução civil, vamos colocar análises de Cyrela (CYRE3) e Abyara (ABYA3).

Ambos os papéis estão em um momento bom (sinalizaram compra há poucos dias), possuem boa abertura de bandas de bolinger e estão bastante "descontados", pois sofreram fortes quedas desde final do ano passado.

CYRE3 – Ação já teve em torno de R$ 31,00 em Nov/07 e bateu próximo a R$ 19,00 em Janeiro deste ano. Agora (dia 19/02/08 às 12:50h) está em torno de R$ 27,00 com alta expressiva de 4,00%. Se avaliarmos que o mesmo já esteve em R$ 19,00 e em Nov/07 estava em R$ 31,00 podemos concluir que o papel pode estar esgotando suas forças, uma vez que o movimento de alta dos últimos dias foi bastante contundente.

Outro aspecto importante a ser destacado é que o papel deixou GAP para baixo (entre R$ 23,00 e 24,00) e, como já falamos, reza a lenda de que GAP aberto é GAP fechado, ou seja, o papel vai voltar até este patamar, é só questão de tempo......

ABYA3 – Ação já teve em torno de R$ 30,00 a 31,00 entre Out-Nov/2007 e bate na casa dos R$ 14,00 em Janeiro deste ano....Putz, que queda.... Agora (dia 19/02/08 às 12:50h) está em torno de R$ 21,30 com leve alta de 1,40%. Se avaliarmos que o mesmo já esteve em R$ 14,00 e em Out/07 chegou a bater em R$ 31,00 podemos concluir que o papel ainda tem um bom espaço para subir, resta saber se o mesmo terá força, pois espaço sem dúvida há.

Cabe salientar que a CYRE3 faz parte do índico Bovespa e ABYA3 não. Isto quer dizer que CYRE3 leva uma vantagem em termos de liquidez quando comparada a ABYA3. Recentemente foi divulgado que o lucro da CYRE3 foi superior ao esperado, o que em parte, explica o movimento do papel nos últimos dias.

Bom, faça sua análise e boa aposta !!! A decisão é toda e exclusivamente sua !!! O lucro ou o prejuízo TAMBÉM.....

Bons negócios,

Investmaníacos (por e-mail)

Links para esta postagem

E dá-lhe Minério FC (VALE5) !!!

às 1:26 PM Posted by Investmaníacos under

Para aqueles que estimavam em 50% o aumento do preço do minério de ferro, 65% foi melhor que a encomenda...

Com este reajuste para as siderúrgicas japonesa (Nippon Steel) e Coreana (Posco), achamos que a China não vai sair ilesa desta briga.

Nós apostamos na Vale, visto que neste setor não há muitos fornecedores. É o famoso ditado:"Qué, qué, se não quer tem outro que queira".

Ações da Vale têm forte alta, após anúncio de reajuste em preço de minério

As ações da Vale registram forte alta na abertura do pregão desta segunda-feira (18), após a divulgação de acordo para reajuste de preços do minério de ferro acima da média das expectativas do mercado.

O acordo, que definiu um aumento de 65%, foi selado com a Nippon Steel e a Posco, respectivamente as maiores siderúrgicas do Japão e da Coréia do Sul, representando uma elevação bem acima da verificada nos últimos anos, quando foi inferior a 20%. O acordo deve fortalecer a posição da Vale nas negociações com empresas da China, maiores consumidores dos minérios da empresa.

A Vale também confirmou novos preços para as siderúrgicas japonesas JFE Steel, Kobe Steel, Nisshin Steel e Sumitomo Metals.

Alta das ações

As ações preferenciais classe A da empresa (VALE5) são negociadas a R$ 48,95, alta de 5,26%, enquanto os papéis ordinários (VALE3) estão cotados em R$ 58,05, alta de 5,12% sobre o fechamento anterior.

As ações da Bradespar (BRAP4), que possui grande participação na Vale, também registram forte alta, sendo negociadas a R$ 42,79, com valorização de 4,87%.

Spill-Over

O reajuste anunciado favorece outras empresas do setor, como a CSN (CSNA3), que é auto-suficiente em minério e aproveitará decorrentes altas no preço do aço. Seus papéis são negociados a R$ 63,90, subindo de 4,42% em relação ao último fechamento.

Fonte

InfoMoney em 18/02/08

Investmaniacos (por e-mail)

Links para esta postagem

Pois é pessoal..... Lembram daquele post sobre ações da Rossi (RSID3) ??
Então leiam abaixo a matéria publicada no Infomoney sobre a valorização da Cyrela ocorrida na semana passada. Pode ser uma boa aposta para um curto/médio prazo. Ah, sem contar os outros papéis também da construção civil, como a própria RSID3, GFSA3, ABYA3, etc, pois sabem como é, papéis de uma mesma linha tendem a andar juntos....um puxa o outro.....

"Foi fácil para as ações da Cyrela Realty (CYRE3) ocuparem a liderança entre os ativos integrantes do principal índice da Bovespa na semana. As fortes vendas divulgadas na prévia dos balanços trimestrais e, como conseqüência, a elevação do guidance de lançamentos fizeram Credit Suisse e Merrill Lynch melhorarem a recomendação.

O reflexo disso é uma alta acumulada de 18,96% dos papéis da incorporadora e construtora de imóveis, que encerraram cotados a R$ 25,10 na sexta-feira (15). O Ibovespa subiu 3,72% no período, que foi marcado pela recuperação dos mercados globais após histórico desfavorável com foco nas incertezas sobre a economia dos EUA.

Guidance e preço-alvo
A Cyrela informou que suas vendas contratadas cresceram 128% no ano passado sobre 2006, atingindo R$ 4,373 bilhões. A sólida expansão elevou a aposta dos investidores para fortes resultados no dia 13 de março, data marcada para a publicação dos demonstrativos referentes ao último trimestre do ano passado e ao consolidado de 2007.

Comemorando o forte crescimento, a Cyrela decidiu revisar para cima a sua meta de lançamentos. Para este ano, a expectativa de lançamentos passou de R$ 6,0 bilhões para R$ 7,0 bilhões. Com relação a 2009, a previsão agora é de R$ 8,8 bilhões, contra os anteriores R$ 7,5 bilhões.

A Merrill Lynch aumentou a recomendação para a Cyrela de neutro para compra e estipulou um preço-alvo para 12 meses de R$ 34,00, o equivalente a um potencial de valorização de cerca de 35%. Mais otimista, o Credit Suisse também aproveitou para elevar o preço-alvo para 2008 da incorporadora para R$ 48,00, potencial de 91%.

Outras altas
Outros papéis que também se destacaram positivamente foram Duratex PN (DURA4, R$ 37,50, +15,42%), Gerdau Met PN (GOAU4, R$ 66,50, +12,69%), Cosan ON (CSAN3, R$ 27,19, +11,66%), Itaubanco PN (ITAU4, R$ 40,70, +11,66%) e Lojas Renner ON (LREN3, R$ 29,70, +10,82%)."
Fonte: Infomoney
Investmaníacos (por e-mail)
Links para esta postagem

Interessante o levantamento abaixo.

Saber quais as ações mais recomendadas é importante para a decisão de investimento.

O jornal Valor Econômico publica mensalmente sua carteira de ações baseado nas 10 ações mais indicadas por 10 instituições financeiras consultadas.

E, segundo reportagem do mês passado, foi a carteira com maior valorização nos últimos 7 anos, com lucro de 1.200%.

A mais recomendada: saiba qual ação lidera preferência dos analistas em fevereiro de 2008

Pela primeira vez nos últimos meses, as ações preferenciais da Petrobras receberam o maior número de recomendações nas carteiras dos analistas para fevereiro, segundo levantamento realizado pela InfoMoney, que incluiu 15 portfólios sugeridos por corretoras e bancos de investimentos.

As carteiras selecionadas são de: ABN Amro Real, Ativa, BB Investimentos, BNP Paribas, Coinvalores, Fator, HSBC, Link, Pilla, Planner, Safra, SLW, Socopa, Solidus e Unibanco.

Petrobras no topo

Das 15 instituições pesquisadas, nada menos que 14 listaram os títulos da Petrobras em suas sugestões. Os analistas citam as recentes descobertas de petróleo e a capacidade de renovação das reservas da estatal como pontos positivos para as ações da empresa.

Nesta linha, vale a pena destacar a recente reavaliação da BG Group de Tupi, que concluiu que a reserva possui entre 12 bilhões e 30 bilhões de barris de petróleo, muito acima da projeção prévia. Para o Unibanco, o forte potencial de exploração da reserva tende a ser o principal driver para a performance futura das ações da companhia.

Adicionalmente, baseando-se no plano de negócios da companhia, os investidores podem esperar um intenso ritmo de crescimento da produção nos próximos anos, em linha com o crescimento da demanda mundial pelo petróleo, que pode superar a produção e impulsionar os preços da commodity.

Por fim, a forte liquidez dos papéis da Petrobras é sempre mencionada como um ponto positivo, assim como o nível adequado de recomposição de reservas e os múltiplos da companhia.

Vale em segundo

Em segundo lugar, com 12 indicações, as ações preferenciais classe A da Vale do Rio Doce também estão bem representadas. Os analistas destacam os bons fundamentos da companhia, a forte demanda chinesa e as boas perspectivas para o setor como pontos favoráveis à mineradora.

Além disso, a recuperação gradual nos preços das commodities metálicas e a perspectiva de forte reajuste no preço do minério de ferro no mercado internacional em 2008 favorecem a companhia. Os analistas do Goldman Sachs apostam em um reajuste de 60% em relação a valor do ano passado.

Por fim, a mineradora anunciou suas expectativas para os próximos anos, com as novas metas de produção até 2012 que agradaram os analistas. Para eles, as agressivas metas da companhia são justificadas pelo forte volume de investimentos previsto para os próximos cinco anos.

Usiminas em terceiro

Com nove indicações, as ações preferenciais classe A da Usiminas aparecem em terceiro lugar. O cenário bastante favorável para as siderúrgicas, baseado tanto na oferta e demanda doméstica quanto na mundial, contribui para deixar os papéis da companhia como uma boa opção de investimento.

A Link Corretora ressalta que a empresa também será beneficiada pelo "ótimo" momento do mercado doméstico, que segundo os analistas, deve continuar impulsionando as vendas e lapidando o portfólio da empresa.

Ademais, considerando a conclusão da aquisição da mineradora J. Mendes, a corretora estima que investimentos na cifra de R$ 1,5 bilhão deverão dar o status a Usiminas de auto-suficiente na produção de minério de ferro até o ano de 2012.

Confira a lista das dez mais recomendadas:


Fonte

InfoMoney em 14/02/08

Investmaniacos (por e-mail)

Links para esta postagem